​ESPAÇO QUE HOMENAGEIA O ESCRITOR NELSON BARBALHO SERÁ INAUGURADO

  • 25/10/2018

​ESPAÇO QUE HOMENAGEIA O ESCRITOR NELSON BARBALHO SERÁ INAUGURADO

No ano do centenário do escritor caruaruense Nelson Barbalho, a cidade ganha de presente um espaço em sua homenagem. Será na Praça Deputado Henrique Pinto, conhecida como “Rua da Matriz”, bem em frente a Pães & Delícias, empresa idealizadora do projeto.

Desde fevereiro de 2018, os comerciantes do lado oposto da Igreja da Matriz discutem uma reforma de qualificação da calçada por se tratar de uma das vias mais movimentadas do centro de Caruaru e precisava de melhorias para mobilidade dos pedestres. O projeto foi desenvolvido pelo escritório Eleve Arquitetura e visa contemplar também o paisagismo e importância histórica do local.
A calçada já possui uma árvore que era ponto de encontro de músicos desde a época de Nelson Barbalho. Tudo foi preservado conforme solicitado pelos idealizadores. A obra recebeu piso intertravado que facilita a mobilidade e acessibilidade dos pedestres e um banco de concreto com acabamento em madeira de 14 metros que favorece a organização do transito ao redor. O local será nomeado de Espaço Nelson Barbalho e é lá que ficará o grande presente para a cidade: uma estátua do escritor e compositor Nelson Barbalho em tamanho natural feita em cimento pelo artista plástico Caxiado.
“A nossa proposta é homenagear o escritor e fazer com que as novas gerações conheçam e saibam da sua importância para a cultura da cidade e presentear Caruaru com um novo ponto turístico bem no centro comercial, acessível a todos”, explica o empresário Eli James Laureano, da Pães & Delícias.
O projeto teve a consultoria e pesquisa do historiador Walmiré Dimeron, do Instituto Histórico de Caruaru. Para ele, a escolha do local e a homenagem a Nelson Barbalho são mais que me merecidas. “A conhecida Rua da Matriz faz parte da história de Nelson Barbalho e esse reconhecimento público é muito importante. Além de que, é um exemplo, já que não vemos tantos projetos assim com a iniciativa privada sendo parceira da cultura”.
O Espaço será inaugurado no próximo dia 25 de outubro, às 16h, com a apresentação de músicos e será aberto ao público.
Sobre Nelson Barbalho
Nascido em Caruaru, a 2 de junho de 1918, NELSON BARBALHO DE SIQUEIRA, autodidata, foi jornalista, historiador, pesquisador, lexicógrafo e compositor. Teve publicado seus primeiros artigos, em 1949, sob o pseudônimo de Cavalcanti do Norte, e foi assíduo colaborador de jornais caruaruenses como A Defesa, Jornal do Agreste e Vanguarda, além do Jornal do Commercio e Diário de Pernambuco, ambos da capital pernambucana.
Como fiscal previdenciário pôde conhecer a quase totalidade dos municípios pernambucanos e teve acesso privilegiado a coleções documentais de inestimável valor para o resgate histórico de Pernambuco. Dessas jornadas ao longo de vários anos brotou a Cronologia Pernambucana, obra em trinta volumes, já tendo sido publicados vinte deles. Sua produção literária é de 110 livros, destes, 50 sobre Caruaru entre publicados e inéditos. O seu primeiro livro - Major Sinval - foi publicado em 1968.
Reconhecido como historiador, possui também uma considerável produção musical, tendo nove composições gravadas por Luiz Gonzaga. Em 1957, compôs, em parceria com Onildo Almeida o “hino” do 1º centenário de Caruaru - Capital do Agreste - que foi gravada pelo “Rei do Baião”. E parceria com Gonzagão, compôs A Morte do Vaqueiro, um clássico nordestino, preferida do autor e um dos grandes sucessos de “Seu Lua”. Com o maestro Joaquim Augusto compôs, em 1959, a censurada Marcha da Petrobrás.
Nelson Barbalho faleceu no Recife, em 22 de outubro de 1993, sendo sepultado na capital pernambucana. Seu corpo foi trasladado para Caruaru, em 2007, encerrando as comemorações do Sesquicentenário da Cidade.

Aplicativos


 Locutor no Ar

DJ MyRadioWeb

Gospel Light

00:00 - 23:59

Peça Sua Música

Name:
E-mail:
Seu Pedido:


Anunciantes